Novo Concurso da Polícia Civil SP 2018 – Organizadora Definida

     

Seleção ofertará vagas para Agente de Polícia, Auxiliar de Papiloscopista, Papiloscopista Policial, Agente de Telecomunicações, Escrivão, Delegado e Investigador de Polícia.

O Brasil vem atravessando desde o ano de 2016 uma forte crise na sua economia que contribuiu de forma direta para que o número de pessoas em situação e desemprego no país aumentasse de forma significativa. Afinal, milhares de empresas tiveram de diminuir seus potenciais de produção e até mesmo encerrar suas atividades de forma definitiva, realizando um elevado número de demissões.

Desse modo, diante das dificuldades de conseguir uma nova colocação no mercado de trabalho, muitos brasileiros têm se preparado para a realização de concurso público, pois felizmente estamos em um momento em que muitos certames se encontram com inscrições abertas e, além disso, eles oferecem estabilidade e segurança, que estão tão em falta em tempos de crise como este.

Dessa forma, para quem se encontra na expectativa da publicação do edital de abertura de um novo concurso público da Polícia Civil do Estado de São Paulo, as notícias que chegam são bastante animadoras.

O edital do concurso ainda não foi publicado, mas o andamento de sua organização é um passo muito importante. Estamos nos referindo a banca que ficará responsável por toda organização e execução do concurso, que acaba de ser definida e já contratada.

É isso mesmo, o concurso público da PC SP terá como banca organizadora a empresa Vunesp.

O documento de contratação assinado entre as partes foi publicado no Diário Oficial do Estado nesta última sexta-feira, dia 09 do mês de março, ele foi informado pela assessoria de imprensa do órgão, não houve a abertura de processo licitatório, sendo a contratação realizada de forma direta.

Desse modo, agora é uma questão de dias para que o edital de abertura seja publicado com todas as informações aos interessados. A expectativa é de que isso ocorra já nos próximos dias.

Como ainda não temos o edital de abertura do concurso, não temos muitas informações. Porém, algumas delas já foram confirmadas, como o número de vagas que serão disponibilizadas no certame que é um total de 2.750.

Essas vagas serão distribuídas em diversos cargos que exigem formação de nível médio ou nível superior.

Desse total de oportunidades, 1.100 são para cargos que exigem ensino médio completo, já as restantes (1.650 vagas) são para cargos que exigem formação de nível superior.

Dentre eles estão: escrivão, delegado, investigador de polícia, auxiliar de papiloscopista, agente de telecomunicações, agente de polícia e papiloscopista.

Os interessados em participar do certame que possuem ensino médio completo poderão concorrer aos seguintes cargos:

– Agente de polícia: 400 vagas disponíveis;

– Auxiliar de papiloscopista: 200 vagas disponíveis;

– Papiloscopista policial: 200 vagas disponíveis:

– Agente de telecomunicações: 300 vagas disponíveis;

Os salários se diferem de acordo com o cargo. Assim, papiloscopista e agente de polícia possuem uma remuneração inicial total no valor de R$ 4.086,50. É importante ressaltar que nesta soma já está incluído o adicional referente à insalubridade, que possui o valor de R$ 634,78.

Já um papiloscopista e um agente de telecomunicações possuem uma remuneração inicial de R$ 4.286,56, onde também já está incluso incluído o adicional por insalubridade.

Mas se você possui formação e nível superior, os cargos disponíveis no certame serão os seguintes:

– Escrivão: 800 vagas disponíveis;

– Investigador de polícia: 600 vagas disponíveis;

– Delegado: 250 vagas disponíveis;

Profissionais nos cargos de escrivão e de investigador de polícia possuem uma remuneração inicial no valor de R$ 4.194,76. Já um delegado recebe inicialmente por suas atividades um total de R$ 10.142,55, o que já inclui o adicional por insalubridade.

Se você possui interesse em realizar o Concurso Público da Polícia Civil do Estado de São Paulo, o edital deve ser publicado ainda neste mês de março. Fique atento e se inscreva.

Sirlene Montes