Concurso Previsto IPHAN 2018 – Edital em Breve



Concurso prevê o preenchimento de 411 vagas de emprego.

Novo concurso público está próximo de sua oficialização. Trata-se do anúncio publicado no Diário Oficial da União, em sua edição do dia 3 de maio de 2018, com a abertura de portaria para a devida autorização de novo processo seletivo para o provimento de cargo no Iphan, o Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional. A totalidade de postos vagos somará 411 lugares distribuídos entre três cargos existentes.

Assim, a distribuição dos postos de trabalho se dará do seguinte modo: serão 131 vagas destinadas à carreira de auxiliar institucional; serão 176 vagas destinadas ao setor de técnico e mais 104 vagas destinadas ao setor de analista. O primeiro cargo dessa sequência exige ensino médio completo, sendo que os demais cargos exigem a formação em curso superior.



De acordo com a tabela em vigência de vencimentos de servidores federais, as remunerações são de R$ 3.877,97 para o posto de auxiliar e no valor de R$ 5.493,29 em relação às outras duas funções. Estes valores abrangem o direito ao auxílio-alimentação no valor de R$ 458.

O período de oficialização e definitiva publicação deste novo edital de certame público do Iphan se dará dentro dos próximos seis meses. Portanto, este concurso iniciará até o dia 3 de novembro de 2018. Ao longo das semanas vindouras o mesmo órgão dará início ao processo de determinação da banca responsável pela organização.



De acordo com o histórico registrado no concurso anterior, a quantidade de vagas disponibilizadas foi de 187, com a Universa como banca organizadora.

Em relação aos candidatos com graduação superior o processo de seleção do Iphan ofertou 117 postos, dos quais 57 se destinaram ao cargo de analista e as demais 60 para o posto de técnico. Para os concorrentes com ensino médio foram destinadas 70 vagas na área de auxiliar institucional.

Os cargos, na ocasião, estavam distribuídos nos seguintes municípios: cidade de São Paulo; cidade do Rio de Janeiro; cidade de Belo Horizonte; cidade de Mariana; cidade de Vitória; cidade de Curitiba; cidade de Florianópolis; cidade de Porto Alegre; cidade de São Miguel das Missões; cidade de Campo Grande; cidade de Cuiabá; cidade de Goiânia; cidade de Aracaju; cidade de Fortaleza; cidade de João Pessoa; cidade de Maceió; cidade de Recife; cidade de Natal; cidade de Salvador; cidade de São Luiz; cidade de Teresina; cidade de Parnaíba; cidade de Belém; cidade de Boa Vista; cidade de Macapá; cidade de Manaus; cidade de Palmas; cidade de Porto Velho; cidade do Rio Branco e na Capital Federal Brasília (Distrito Federal).

A história do Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional é de grande importância para o Brasil. O órgão do Iphan compõe, em realidade, uma das mais importantes autarquias federais, a qual está legalmente atrelada ao setor do Ministério da Cultura, o qual é o grande responsável pelo devida preservação dos diferentes elementos que constituem o grande patrimônio que formou a sociedade brasileira culturalmente. A missão deste departamento está na promoção e na coordenação de um importante processo de preservação de todo o verdadeiro patrimônio cultural que forma a estrutura e o universo brasileiro, podendo garantir a conservação do direito à memória nacional e histórica, permitindo que haja contribuição legal e intensa destinada ao progressivo desenvolvimento socioeconômico do Brasil.

Este concurso público constitui uma oportunidade ímpar de se conquistar uma carreira vitalícia e bem remunerada, além de permitir que o servidor atue em cargos de grande responsabilidade, já que se trata de trabalhar na preservação do patrimônio cultural do Brasil.

Por Paulo Henrique dos Santos

Outros Conteúdos Interessantes

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *