Concurso IPHAN 2018 – Vagas, Inscrições

     

Certame oferta mais de 400 vagas de emprego para os cargos de Analista I, Auxiliar Institucional e Técnico I.

O IPHAN (Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional) divulgou recentemente o edital para o seu novo concurso público, para preencher diversas vagas e formar um cadastro reserva de novos funcionários públicos. Este concurso tem o fim de oferecer 411 oportunidades de emprego para os cargos de Analista I, Auxiliar Institucional e Técnico I. A banca escolhida para ser a responsável pela sua organização foi a Cebraspe (Centro Brasileiro de Pesquisa em Avaliação e Seleção e de Promoção de Eventos).

Para os cargos de Técnico I e Analista I, a remuneração inicial é no valor de R$ 5.035,29 basta possuir formação superior em qualquer área de ensino. Além disso, também há oportunidades de emprego específicas para profissionais formados nas seguintes áreas:

· Antropologia;

· Arqueologia;

· Arquitetura e Urbanismo;

· Arquivologia;

· Biblioteconomia;

· Ciências Biológicas;

· Ciências Sociais;

· Comunicação Social;

· Conservação e Restauração de Bens Culturais Móveis;

· Educação;

· Engenharia Agronômica;

· Engenharia Cartográfica;

· Engenharia Civil;

· História;

· Geografia;

· Jornalismo;

· Licenciatura em Geociências;

· Relações Públicas; e

· Pedagogia.

Enquanto sobre o cargo de Auxiliar Institucional, a remuneração inicial é no valor de R$ 3.419,97 e para concorrer basta possuir formação de nível médio ou curso técnico em qualquer área do conhecimento. Apesar de que haverá também oportunidades específicas para formações técnicas em:

· Agronomia ou Jardinagem;

· Conservação e Restauração de Bens Culturais Móveis; e

· Edificações.

Para cada cargo, 5% das vagas abertas serão reservadas para candidatos com deficiência (PCD) e 20% são destinadas a candidatos preto, pardos e indígenas (PPI). O IPHAN atua nas capitais dos 26 estados do Brasil e também no Distrito Federal, de modo que as vagas poderão ser distribuídas entre os escritórios técnicos ou sedes das seguintes cidades:

· Alcântara (MG);

· Antônio Prado (RS);

· Areia (PB);

· Cachoeira (BA);

· Congonhas (MG);

· Corumbá (MS);

· Diamantina (MG);

· Fernando de Noronha (PE);

· Goiás (GO);

· Icó e Sobral (CE);

· Iguape (SP);

· Igarassu (PE);

· Jaguarão (RS);

· Laguna (SC);

· Lençóis (BA);

· Mariana (MG);

· Natividade (TO)

· Olinda (PE);

· Ouro Preto (MG);

· Paraty (RJ);

· Parnaíba (PI);

· Petrópolis (RJ);

· Piranhas (AL);

· Pirenópolis (GO);

· Pomerode (SC);

· Porto Seguro (BA);

· Rio das Contas (BA);

· São Cristóvão (SC);

· São Francisco do Sul (SC);

· São João Del Rei (MG);

· São Miguel das Missões (RS);

· São Pedro D’Aldeia (RJ);

· São Raimundo e Nonato (PI);

· Serro (MG);

· Tiradentes (MG); e

· Vassouras (RJ).

Concurso IPHAN 2018: inscrições

As inscrições serão realizadas exclusivamente via internet, no site do Cebraspe, mediante pagamento de taxa de inscrição no valor de R$ 84,00 (para cargos de nível médio) e R$ 117,00 (para cargos de nível superior). O prazo de inscrições vai das 10h do dia 18 de junho até às 18h do dia 9 de julho.

Concurso IPHAN 2018: prova

O processo seletivo compreenderá as seguintes etapas:

1. Prova objetiva (de caráter eliminatório e classificatório);

2. Prova discursiva (de caráter eliminatório e classificatório); e

3. Avaliação de títulos (de caráter classificatório) — exclusiva para os cargos de nível superior.

A data de aplicação das provas objetiva e discursiva está prevista para o dia 26 de agosto, e os locais e horários de prova ainda serão divulgados pela Cebraspe. Já o resultado final das provas está previsto para ser divulgado no dia 17 de setembro.

Esse concurso é válido por dois anos, contando a partir da homologação do resultado final e pode ser prorrogado, apenas uma vez, por mais dois anos.

Sobre o IPHAN

O Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional é um órgão público responsável por realizar a fiscalização de patrimônios públicos. Além do mais, junto com os Ministérios do Meio Ambiente, Planejamento, Minas e Energia, Transportes e Cidades e com a Casa Civil, também realiza análises sobre o Licenciamento Ambiental.

Muitas das companhias avaliadas são ligadas às áreas de Ferrovias, Rodovias, Saneamento, Portos e Aeroportos, Mobilidade Urbana, Transmissão e Geração de Energia, Petroquímica, entre outras.

Por Felicia Lopes