Concurso DPE MG 2019 – Inscrições Abertas





Concurso da DPE-MG tem 30 vagas para o cargo de Defensor Público de Classe Inicial.

Você reside em Minas Gerais e está aguardando uma oportunidade de emprego no setor público? A sua chance de construir uma carreira sólida e estável pode estar no Concurso da Defensoria Pública de Minas Gerais, que recentemente lançou seu edital oferecendo 30 vagas para o cargo de defensor público para classe inicial.

Os concurseiros interessados em participar desse processo seletivo já podem se preparar para a inscrição. As vagas são voltadas para todas as pessoas, incluindo os profissionais que são portadores de necessidades especiais. Para garantir a sua vaga é importante ficar atento aos requisitos e etapas da seleção!




Ficou interessado? Confira, abaixo, tudo que você precisa saber sobre o concurso público promovido pela DPE-MG!

Quais são as vagas oferecidas?

No total, o órgão disponibilizou 30 vagas para o cargo de Defensor Público de Classe Inicial, cujo salário a ser pago é de R$ 22.158,82. Conforme informado pelo edital, 10% das vagas são voltadas para os profissionais que são portadores de necessidades especiais e 20% contemplam os candidatos que se consideram pretos ou pardos, sendo que essa condição deve ser declarada no ato da inscrição.


Os requisitos para participar dessa seleção incluem estar gozando plenamente dos seus direitos políticos e civis, ser brasileiro nato, estar com todas as suas obrigações eleitorais em dia, ser formado em Direito, tendo pelo menos três anos de experiência com a atividade jurídica.

Nesse sentido, serão aceitas como atividade jurídica: função exercida apenas por bacharel em Direito, ter advogado como voluntário, trabalhado no magistério de disciplinas jurídicas, ou ter sido conciliador em juizados especiais, tribunais judiciais e demais varas especiais.

Além disso, o candidato deve estar isento de antecedentes criminais, não ter sido penalizado por ter praticado atos que vão contra a ética da sua profissão, comprovar saúde física e mental para atuar na área e comprovar que tem bons antecedentes sociais e morais.

Quais são as atribuições do Defensor Público?

No seu dia a dia, o Defensor Público será responsável por orientação jurídica, de modo a promover os direitos humanos e a defesa, em todos os níveis, seja judicial ou extrajudicial, com o intuito de preservar os diretos individuais e coletivos.

O profissional vai trabalhar conforme as leis previstas pela Constituição Federal e outras leis complementares específicas do Estado de Minas Gerais.

Como será o concurso?

O processo seletivo será dividido em cinco etapas diferentes. Em primeiro lugar, será realizada uma prova objetiva que é de múltipla escolha e tem caráter eliminatório e classificatório. A avaliação vai valer 100 pontos e algumas das disciplinas cobras são: Direito Administrativo, Direito Constitucional, Direito Processual Civil, Direito Penal, Direitos Humanos, Direito de Execução Penal, entre outras.

A segunda etapa se dá por meio de quatro provas discursivas que eliminam e classificam. Os aprovados nessa fase serão convocados para uma avaliação médica, passarão por sindicância da vida pregressa e também por uma investigação social. Depois vem a prova oral e por último a avalição dos títulos profissionais dos candidatos aprovados.

Como se inscrever?

Você quer concorrer a uma das vagas da Defensoria Pública de Minas Gerais? Para isso, é essencial acompanhar os prazos e requisitos determinados pela banca organizadora, que é a Fundação de Desenvolvimento da Pesquisa (FUNDEP). As inscrições serão abertas a partir do dia 25 de março até 25 de abril de 2019. Os candidatos devem se inscrever no site da organizadora, preenchendo os seus dados pessoais e profissionais e arcar com a taxa de inscrição de R$ 260,00.

Estima-se que a prova será aplicada no dia 26 de maio, tendo uma duração de 5 horas, com locais e horários que ainda serão divulgados pelo edital.

Por Simone Leal

Concurso