Concurso TRENSURB 2014 tem 643 vagas abertas

     

A Empresa de Trens Urbanos de Porto Alegre S/A (TRENSURB) lançou edital que normatiza a realização de concurso público. O objetivo é o preenchimento de 643 vagas para reforçar o quadro de funcionários. O certame será de responsabilidade da empresa Objetiva Concursos LTDA. que ficará a cargo das etapas que compõem a seleção.

Os aprovados farão jus a remunerações que variam entre R$ 1.523,40 e R$ 6.124,92, por jornada de trabalho de 20 e 40 horas por semana. A seleção destina-se a candidatos que tenham concluído o nível médio ou superior. 

Das vagas oferecidas 5% são destinadas aos candidatos portadores de necessidades especiais e 20% aqueles candidatos que se declararem afrodescendentes. Segundo o edital, o prazo de validade do certame dois anos, contados da data de homologação dos resultados, podendo ser prorrogado por mais dois anos, se houver interesse por parte da TRENSURB.

As oportunidades são para os cargos de Agente Metroviário (Segurança Metroviária), Relações Públicas, Secretária Executiva, Jornalista, Técnico de Serviços (Enfermagem do Trabalho, Contabilidade, Administração e em Eletrotécnica), Técnico Metroviário (Edificações, Eletromecânica, Estradas e em Mecânica), Analista Administrativo (Analista de Sistemas, Publicitário e Médico do Trabalho), Analista Metroviário (Engenheiro Mecânico, Engenheiro em Eletrônica, Engenheiro de Segurança do Trabalho,  Engenheiro Ambiental e Arquiteto).

Os interessados podem se inscrever via internet, no site www.objetivas.com.br, a partir das 9h do dia 27 de outubro até as 23h59 de 16 de novembro de 2014. Será cobrada taxa de participação nos valores de R$ 50 e R$ 100, de acordo com o nível de escolaridade exigido.

O certame será composto de prova objetiva, de caráter eliminatório/classificatório, prevista para acontecer no dia 14 de dezembro de 2014 no município de Porto Alegre (RS), em locais e horários a serem informados no site das inscrições a partir de 28 de novembro de 2014, sendo de responsabilidade de o candidato verificar essas informações. 

Por Robson Quirino de Moraes