Concurso SPC-GO 2014 tem 460 vagas abertas

     

Superintendência da Polícia Técnico-Científica de Goiás (SPC-GO) abriu edital para realização de concurso público. O objetivo é o preenchimento de vagas nos cargos de Auxiliar de Autópsia (nível fundamental), Perito Criminal e Médico Legista (superior completo).  

Os salários variam entre 3.978,19 e 7.648,67, de acordo com o cargo pretendido. Ao todo são oferecidas 460 vagas, das quais 150 são para Médico Legista de 3ª Classe; 60 para Auxiliar de Autópsia de 3ª Classe e 250 para Perito Criminal de 3ª Classe. Das vagas oferecidas, 5% são destinadas aos candidatos portadores de necessidades especiais.

O prazo de validade do certame será de 1 ano, contado a partir da data de homologação dos resultados, com possibilidade de prorrogação, por igual período, conforme as necessidades da SPTC.

Os candidatos serão submetidos às seguintes etapas de seleção: Provas Objetivas e Prova Discursiva, de caráter eliminatório e classificatório; Avaliação da equipe multiprofissional para candidatos portadores de deficiência; Avaliação de vida pregressa, somente de caráter eliminatório, sendo este realizado pela Superintendência da Policia Técnico-Cientifica.

As provas objetivas e discursivas serão aplicadas na data provável de 8 de fevereiro de 2015. Os locais e horários de aplicação das provas serão informados no site das inscrições, na data provável de 30 de janeiro de 2015. Os gabaritos serão informados no mesmo endereço, no primeiro dia útil seguinte ao de aplicação da prova.

Os selecionados nas primeiras etapas passarão por curso de formação, de caráter eliminatório e classificatório, que será ministrado pela Fundação Universa e supervisionado pela Superintendência da Polícia Técnico-Científica (SPTC). 

Os interessados podem se inscrever 4 e 24 dezembro de 2014 pelo site da organizadora do certame, a Fundação Universa. É cobrada taxa de participação no valor de R$ 85,00 ou R$ 110,00, conforme o cargo escolhido, paga até o dia 12 de janeiro de 2015. O pedido de isenção da taxa pode ser requerido pelo correio eletrônico.

Por Robson Quirino de Moraes