Concurso Sefaz/SP 2015 aguarda autorização

     

A previsão é que sejam abertas 630 oportunidades

A Secretaria Estadual da Fazenda de São Paulo (Sefaz/SP) está aguardando autorização para realizar um novo processo seletivo com o intuito de preencher vagas na função de Técnico de Arrecadação Tributária. No momento, a Sefaz/SP está esperando a verificação da solicitação do número de vagas que está sendo feito pela Secretaria Estadual de Gestão Pública (SGP/SP).

Em seguida, a solicitação será direcionada para o Geraldo Alckmin, para que ele autorize a realização do concurso público. É esperado que esta liberação aconteça a partir do mês de abril de 2015.

No total, são 630 oportunidades que estão sendo requisitadas no pedido. No começo, o rendimento mensal será de R$ 1.863,15, tendo a possiblidade de atingir um valor de R$ 2.798,30.

Para participar do exame seletivo é necessário ter nível médio de escolaridade. A profissão de Técnico de Arrecadação Tributária consistirá em auxiliar no ramo administrativo e técnico, exercendo as funções fazendárias e ajudando no atendimento às pessoas.

O último processo seletivo aconteceu no ano de 2010 e teve 49.716 candidatos disputando as 550 oportunidades que foram apresentadas.

O certame teve 80 perguntas nas seguintes disciplinas: conhecimentos em direito administrativo com 10 perguntas, língua portuguesa com 20 questões, conhecimentos gerias de informática com 5 perguntas, conhecimentos em direito tributário com 10 questões, matemática e raciocínio lógico com 10 perguntas, direito penal com 5 questões, conhecimentos da atualidade com 5 perguntas, direito constitucional com 10 questões e conhecimentos gerias de direito civil com 5 perguntas.

A banca organizadora escolhida pela Sefaz/SP foi a Fundação Carlos Chagas.

A solicitação que foi feita para a SGP/SP também consiste na autorização de abertura de mais 99 oportunidades neste ano de 2015 nos seguintes postos: executivo público e analista de planejamento, orçamento e finanças públicas.

Nestas funções será necessário ter concluído o ensino superior. O rendimento mensal na função de analista é de R$ 5.800 e no cargo de executivo público é de R$ 4.285,97, tendo a possibilidade de atingir um valor de R$ 5.480,17.

Por Felipe Couto de Oliveira