Concurso Previsto do Ministério da Fazenda em 2017

     

Seleção tem previsão de ofertar cerca de 5 mil vagas para o cargo de Técnico Administrativo, que exige o Nível Médio dos interessados.

O ano de 2017 inicia-se bem para aqueles que possuem apenas o diploma do ensino médio. Isso porque um concurso será realizado pelo Ministério da Fazenda especialmente para englobar esse setor da sociedade que sofre muitas limitações quando procuram por uma vaga de emprego. Até o momento, sabe-se que o Sindfazenda, órgão que cuida do processo, ofertará cerca de 5 mil vagas, porém além do ensino médio, é preciso o curso técnico-administrativo que contará com um salário de aproximadamente R$ 3.800,00.

Sabe-se que as vagas de técnico administrativo só poderão ser ocupadas se o candidato tiver o diploma do ensino médio emitido pelo MEC. Dentro do salário já está incluído cerca de R$ 460,00 de vale-alimentação.

O concurso ainda não foi aprovado pelo governo e ano passado foi adiado para 2017. Isso porque a Receita declarou que nas cidades interioranas dos Estados há uma excessiva carência de servidores administrativos. São cerca de 5 mil vagas que precisam ser preenchidas, pois a falta de funcionários em uma instituição tão necessária e precisa pode gerar um caos no trabalho que se propaga em cadeia e, consequentemente, desestabiliza toda a economia.

Apesar de a quantidade de vagas do concurso ser de 5 mil, se comparado ao ano de 2016, nesse novo ano seria necessário ainda mais, uma vez que houveram funcionários que saíram durante esse período, um exemplo típico são as aposentadorias.

As pesquisas do Planejamento que, para quem não sabe, é o órgão que junto ao governo avalia a necessidade do processo seletivo, afirmam que dos quase 8.400 administradores que servem ao Ministério da Fazenda, 6 mil já estão só na Receita Federal.

Em 2014 foi realizado o último processo seletivo do Ministério da Fazenda para técnicos em administração. O concurso ofereceu cerca de 1.030 vagas aos aprovados que competiram com cerca de 263.770 candidatos. A prova era objetiva e os inscritos deveriam estar preparados para resolverem questões de Raciocínio Lógico, Matemática, Língua Portuguesa, Atualidades, Informática básica, Administração Pública Brasileira, Ética do servidor e atendimento ao público.

Para os interessados, mais informações serão encontradas no seguinte site: http://fazenda.gov.br/carta-de-servicos/cartas-de-servicos.

Por Sirlene Montes