Concurso Polícia Civil/AM 2015 terá edital em breve

     

A expectativa é que o documento seja publicado no mês de maio de 2015

A Polícia Civil do Estado do Amazonas continua avançando nos preparativos para seu próximo concurso público. A expectativa é de que a abertura do mesmo já ocorra no mês que vem. Ainda de acordo com informações obtidas junto a assessoria de comunicação da PC/AM, o edital deve sair em maio.

Mesmo com as providências relacionadas ao processo de seleção indo adiante, ainda há diversos pontos que devem ser trabalhados. Como exemplo, podemos citar o fato de que ainda não há nenhuma informação exata sobre a quantidade de vagas que deverá ser oferecida no certame.

A última informação sobre algum concurso para o órgão do estado do Amazonas foi divulgada em junho do ano passado pelo então governador José Melo.

Na metade do mês citado, o governador chegou a afirmar que a organização da seleção pública deveria promover um certame para um total de 548 vagas. Todas essas oportunidades de emprego estariam sendo destinadas para candidatos com formação de nível superior.

Ainda segundo as informações dadas por Melo, naquela época, os cargos que seriam contemplados pelo concurso público seriam os de delegado de polícia, perito, escrivão e investigador.

Mais informações.

O último concurso realizado para a polícia civil do Amazonas foi no ano de 2009. Nessa época, a seleção havia disponibilizado uma oferta de 1.010 vagas que seriam distribuídas entre funções que exigiam o diploma de graduação dos concorrentes.

Já as remunerações iniciais oferecidas oscilavam entre as cifras de R$ 2.514,24 e R$ 6.104,16. 

Neste caso especificamente, o concurso havia aberto vagas para os cargos de perito odontolegista, perito legista, perito criminal, escrivão de polícia, investigador de polícia e delegado de polícia.

Para a seleção dos inscritos houve a aplicação de provas objetivas, testes discursivos, exames médicos, testes físicos, testes práticos de digitação para algumas funções específicas e análise de títulos.

Após serem aprovados em todas essas etapas, os candidatos ainda precisaram passar por um curso de formação na cidade de Manaus.

Por Denisson Soares