Concurso Ministério da Justiça 2015 tem vagas abertas

     

Com o objetivo de selecionar profissionais para atuarem no cargo de Gerente de Projetos em Tecnologia da Informação, o Ministério da Justiça, no pleno uso de suas atribuições legais, publicou um edital, que visa regulamentar e informar sobre a realização de um Processo Seletivo Simplificado.

De acordo com a publicação, as inscrições para esse processo já se encontram abertas (será cobrada taxa de inscrição no valor de R$ 70) e estarão disponíveis para interessados até o dia 22 de fevereiro de 2015 através do endereço eletrônico da Fundação Professor Carlos Augusto Bittencourt (www.funcab.org).

A totalidade de vagas oferecidas será de 14 para início imediato, ficando distribuídas da seguinte forma: 10 vagas para ampla concorrência, 3 vagas para candidatos autodeclarados negros e 1 vaga para candidatos na condição de portador de necessidade especial.

As principais atribuições desse cargo serão as seguintes: gerenciar as atividades inerentes ao projeto para desenvolvimento de solução tecnológica para o Sistema SINESP, bem como acompanhar o cumprimento das definições de negócio, requisitos, homologações, validação de definições técnicas e das definições das estruturas de dados e ambientes de banco de dados, baseando-se nas diretrizes tecnológicas e na metodologia adotada pelo Ministério.

A remuneração que será paga a este profissional será de R$ 8.300 mensais, devendo os novos contratados cumprir uma jornada de 8 horas diárias, totalizando 40 horas semanais.

Os requisitos para candidatura serão os seguintes: possuir nível superior completo na área de informática/computação ou em qualquer outra área de formação com pós-graduação em informática/computação, assim como ter experiência profissional superior a 5 anos em funções de coordenação de projetos e/ou coordenação de projetos em ambientes ou linguagem de software livre, também será aceito título de mestrado ou doutorado na área descrita acima.

A avaliação dos candidatos versará de prova objetiva (a ser aplicada no dia 29 de março), avaliação de títulos/certificações e sindicância da vida pregressa e investigação social.

Toda a realização do processo de seleção ficou programada para acontecer em Brasília.

Por Rodrigo da Silva Monteiro