Concurso Hortolândia – SP 2015 abre mais de 100 vagas

     

A Prefeitura de Hortolândia, município do estado de São Paulo, abrirá inscrições do dia 5 ao dia 15 de janeiro para o processo seletivo regido pelo edital nº 06/2014. O certame visa o preenchimento de 112 vagas para a carreira de professor de educação básica. Os aprovados receberão salários que variam entre R$ 1.902,97 e R$ 2.410,62 para cumprir jornadas de 30 horas por semana.  

A seleção é destinada aos profissionais com formação de nível médio ou superior, sendo que haverá cotas para os candidatos portadores de necessidades especiais. A realizadora do certame é a empresa RBO Assessoria Pública e Projetos Municipais, responsável por aplicar as provas e demais etapas da seleção.

A seleção se dará por meio de prova objetiva, de caráter eliminatório e classificatório, e análise de títulos, de caráter classificatório. A prova está agendada para ocorrer no dia 1º de fevereiro de 2015 e a convocação para a prova será realizada na mídia de grande circulação local no município e informada no quadro de avisos da Prefeitura, situada à Rua José Claudio Alves dos Santos nº 585, em Remanso Campineiro.

O informativo também será afixado no mural Câmara Municipal e nos sites www.hortolandia.sp.gov.br e www.rboconcursos.com.br a partir do dia 23 de janeiro de 2015. Estarão contidas na convocação o horário e local de realização da prova.

Os documentos que comprovem a titulação deverão ser entregues por Carta Registrada ou Sedex, para a  RBO, que fica na Avenida Severino Meirelles nº 1246, loja 11, Centro, Santa Rita do Passa Quatro/ SP, CEP 13670-000. A entrega pode ser feita pessoalmente ou pelos correios até o último dia de inscrição.

Os interessados podem se inscrever ao custo de R$ 55,00 no site da organizadora do certame www.rboconcursos.com.br. Para efeitos de reserva, o processo seletivo terá a validade de 1 ano, que será contado a partir da data de sua homologação, havendo a possibilidade dele ser prorrogado por igual período, segundo os critérios da Administração.

Por Ana Rosa Martins Rocha