Concurso ECT 2015 confirmado para primeiro semestre 2015

     

O esperado concurso público dos Correios (Empresa Brasileira de Correios Telégrafos – ECT) está sendo estruturado. Nos últimos tempos, a empresa tem apresentado uma defasagem de profissionais, gerando um atraso na entrega de diversas correspondências no país. A falta de funcionários intensificou desde que a Justiça proibiu que fossem contratados novos profissionais terceirizados.

Este processo seletivo foi autorizado no ano de 2012 e, desde então, está sendo organizado para ser aberto. O intuito dos Correios é disponibilizar vagas para as funções de: atendente comercial, carteiro, analista e operador de triagem e transbordo.

Para se inscrever na profissão de analista, é necessário ter ensino superior. Nos outros cargos, o requisito é ter nível médio de escolaridade.

As remunerações mensais dos funcionários apresentam uma variação de R$ 1.084,35 até, no máximo, R$ 4.039,75, dependendo do cargo almejado.

Os profissionais também têm direito aos seguintes benefícios: medicamentos, plano médico, assistência odontológica, cesta-básica de R$ 158, ajuda para filhos portadores de necessidades especiais, vale-alimentação de R$ 27 calculado em cada dia de trabalho, auxílio-creche e chance de seguir uma carreira profissional na empresa.

O último concurso público aconteceu no ano de 2011, onde foram oferecidas 9.190 vagas para os postos de: técnico em segurança do trabalho, operador de triagem e transbordo, enfermeiro do trabalho, carteiro, engenheiro de segurança do trabalho, médico do trabalho, atendente, auxiliar de enfermagem do trabalho, analista de correios e analista de saúde. A banca responsável pela organização do último processo seletivo foi o Cespe/UnB.

A seleção consistiu em questões objetivas, sendo elas de conhecimentos gerais nas áreas de informática, língua portuguesa, inglês e administração pública. Também foram aplicadas avaliações de conhecimentos específicos relacionadas a cada profissão.

As oportunidades foram disponibilizadas para todas as regiões do país, com salários que variavam entre R$ 1.003,57 e R$ 3.211,58. Além dos rendimentos mensais, foram oferecidos diversos benefícios para os profissionais da empresa.

Por Felipe Couto de Oliveira