Concurso COREN-PB 2014 tem vagas abertas

     

Mais uma oportunidade para concurseiros do estado Paraíba. Desta vez é para o Conselho Regional de Enfermagem da Paraíba (COREN-PB), que lançou edital para provimento de 15 vagas em cargos de níveis médio/técnico e superior. Os candidatos receberão salários que variam entre R$ 2.170,57 a R$ 4.117,97, pelo cumprimento de jornadas que podem chegar a 40 horas por semana, dependendo do cargo. Os aprovados serão lotados nas unidades das cidades de João Pessoa e Campina Grande.

A realização do certame será de responsabilidade da empresa Contemax Consultoria, que ficará a cargo das etapas que compõem a seleção.

As vagas são destinadas aos cargos de Agente Administrativo, Advogado, Contador e Enfermeiro Fiscal. Das vagas oferecidas, 5% são destinadas aos candidatos portadores de necessidades especiais, desde que as atribuições dos cargos sejam compatíveis às limitações dos candidatos.

Os interessados poderão se inscrever até o dia 3 de outubro, no seguinte endereço eletrônico: www.contemaxconsultoria.com.br. Será necessário efetuar o pagamento de taxa de participação no valor de R$ 18,40, para a função de Agente Administrativo; e de R$ 27,60, para as demais funções. Os candidatos deverão imprimir o boleto de compensação e efetuar o pagamento em qualquer agência bancária até o vencimento.

Os candidatos serão submetidos à prova objetiva (todos os cargos) que será aplicada na data provável de 9 de novembro de 2014, em locais e horários a serem definidos em edital específico e informado no site da organizadora a partir do dia 1 de novembro de 2014. Os candidatos as vagas de nível superior ainda serão submetidos à avaliação de conhecimentos e análise de títulos, com datas a serem informadas no site das inscrições. O gabarito será divulgado no dia seguinte ao de aplicação da prova objetiva.

A seleção será válida por dois anos, contados da data de homologação dos resultados, com possibilidade de prorrogação por mais dois anos, conforme as necessidades e critérios do COREN/PB.

Por Robson Quirino de Moraes